Sinfonicamente. Ausente.

Queria uma sinfonia perfeita de pensamentos. Uma sinfonia que acalentasse. Diminuísse as angústias dos dias, que parecem passar lentos, mas voam como a mente da gente. Que mente…

Queria uma sinfonia para poder tocar. O ar. O céu. O vento. A gota de chuva que molha o caminho irregular.

Queria uma sinfonia para me acompanhar os passos, apaziguar as lembranças do que fôra e do que não fôra.

Queria uma sinfonia só por querer. Porque isto já é o bastante para uma segunda-feira nublada.

Queria uma sinfonia que me desse altos e baixos. Mas, só em compassos.

Queria uma sinfonia para estar sinfonicamente ausente de mim. Só por uma nota. Aguda. Como o grito que vem de dentro. Sinfonicamente perfeito.

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s