Por onde?

Quis saber por onde andavas. Mas sabia, no fundo, que não estavas longe. Perguntei. Quis uma resposta. Que não pude ouvir.
Quis saber por que me deixastes. Assim, do nada, inesperadamente. Quis uma resposta. Que não pude ouvir.
Quis saber por saber. Afinal, a gente sempre quer saber o que sente, embora, nem sempre seja tão fácil. Perguntei. Quis uma resposta. Mas eu mesma me neguei a responder.
Quis saber tanta coisa de mim mesma… Mas, muitas vezes, não escutei minhas respostas.
Quis saber por onde estivestes, esperança. Mas seu paradeiro desperançou-me.
Quis saber do final feliz. Mas aí me disseram que ele não existe. E foi a única coisa que ouvi até então.

Anúncios

6 comentários sobre “Por onde?

  1. Querida Mônica.

    De fato as pessoas estão pessimistas, mas não acredite na única coisa que te responderam. Deve haver finais felizes.

    Beijos.

  2. Pro meu antigo amor tenho vontade de perguntar isso…, mas sinceramente o novo amor é melhor do que o antigo… E às vezes saber a verdade deve doer mais ainda…

  3. Oi Mônica

    Sabe porque gosto muito de voce ? Porque a sua poesia é universal e o meu comentário foi exatamente nesta universalidade bacana de expressar sentimentos de muitas pessoas que é uma das formas que gosto de escrever, embora algumas vezes falamos de nós. Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s