Passou…

Até ontem ou agora há pouco, precisava me apaixonar.

Não sei por quem. E nem pelo quê.

Mas, passou.

Passou como o tempo.

Passou com a dor de cabeça.

Passou como a vontade de chocolate ou um banho de mar.

Passou com a enxurrada lavando as calçadas.

Passou como o ônibus perdido.

Passou como o ferro. Fundiu.

Passou como um relâmpago.

Passou como o instante.

Passou.

E não deixou nada além do passado.

Imagem

Anúncios

2 comentários sobre “Passou…

  1. Mônica,

    Li seu texto de baixo pra cima e embora tenha a mesma conotação da forma original, achei legal, porque ele termina em: “Até ontem ou agora a pouco, precisava me apaixonar”, quer dizer, é como se muita coisa já passou, mas esta ainda não. Continua latente.

    Desculpe, eu apenas enxerguei uma das possibilidades que a beleza do seu texto permite.

    Um grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s