Busca

Há uma busca inconstante que não se sabe para onde vai.

Uma busca em si mesmo, que diz muito, embora saiba-se pouco dela.

Uma busca pelo novo, repreendido em pensamentos que nunca levaram a nada.

Uma busca pelo bem, pela alegria em si mesmo. Por algo tão humano e tão intrínseco, deixado de lado pelas paragens, há tanto tempo.

A busca que veio para levar. Algo, algum lugar. Alguém. Eu. Você. Nós.

Alguma coisa nova diante de tudo o que se conhece.

Alguma busca na iminência de se encontrar. Um tesouro. Um bom agouro.

Uma busca em si.

Uma busca em sol.

Uma busca em mi bemol.

Não sei.

Para onde ir. Para onde vais.

Mas, a busca continua.

Minha ou sua.

Sempre assim.

Sem fim.

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s