Além do esquadro

Há dias em que não há tempo. Tempo a perder. Tempo para pensar.

Há dias em que há tempo de esquecer. Porque algumas lembranças doem.

Há dias em que não há tempo. Porque ele, simplesmente, parou.

Parou nos sonhos adolescentes ou nos desejos juvenis.

Parou num olhar de busca, numa luz continuada, encontrada em um outro olhar comum. Parou.

Por um triz. E um triz foi tanto tempo.

O tempo parou. Parou-me.

Parou para me fazer sorrir. Por um triz.

Parou para me colocar na poltrona 33.

E me levar além.

Do esquadro.

Da Square.

Da Times Square.

 

M.Kikuti

 

Imagem

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s