Cultive o encanto – Coluna n 86

A vida é única e em todos os instantes temos a oportunidade de enxergar e descobrir coisas novas, aromas, sabores, cores, pessoas apaixonantes. E esta descoberta, que nos incita e nos inspira, trazendo aventura para a alma e silenciando os dramas que criamos inutilmente, pode ser chamada de encanto. O encanto não é coisa de contos de fadas. Ele existe, embora muitos tenham se esquecido dele ou ignorado que o encantamento está em todo o lugar e que cada pessoa tem uma dose toda peculiar, que pode agir com propriedades tão magnéticas que fica difícil manter distância. Quando isto acontece, o encanto assume a função divinal, transcendental, algo que deveria ser bastante comum a todos nós.
Mas, como temos tratado o encanto das pessoas e de todas as coisas? Será que o perdemos e o rechaçamos o tempo todo ou será que ele é vívido, como as cores que nos colorem quando o amor nos aconchega sendo tudo o que temos?
Se o encanto é um vaso bonito, há quem o quebre, derrubando-o com displicência, sem pensar em qualquer consequência. E o encanto se espatifa no chão, quebrando-se em mil pedaços. Mas ainda tem gente que faz pior: chuta o encanto para longe e ele cai com força, quebrando-se tão fortemente que os cacos também machucam quem estiver perto: eles tomam forma, voam longe. O vaso estilhaçado do encanto vira arma, ferindo quem não tem nada a ver com a falta de encanto ou quem estava do lado só para ajudar a colar os pedacinhos.
Talvez seja do encanto estilhaçado com uma violência rotineira que tanta gente nos machuque, com palavras ou atitudes. Que tanta gente perca o sorriso que encanta e ganhe o olhar vazio do desencanto, trocando a solicitude pelo sarcasmo de trazer sofrimento a si e aos outros. E a vida vira um fardo cheio de desencanto, de choro, de lamentação, de azedume, de cacos ferindo na carne, sangrando a pureza de coração e a nobreza de espírito.
Se você é quem quebra o encanto comece a reconstruí-lo, sem pensar no passado, mas com a delicadeza e dedicação para o momento presente. Use a cola da compaixão e a massa do amor. E tudo vai se encantar de novo, melhor do que antes.
Se você é quem se machuca com o desencanto, cure suas feridas com o bálsamo do perdão e faça uso da pomada da oração. Encante-se de novo por tudo e por todos. Às vezes quebramos tanta coisa, nos machucamos, trazemos cicatrizes… mas ainda podemos ser muito bons em restaurar, sobretudo, os nossos sentimentos.
Cultive o seu encanto, fazendo brotar no seu vaso as flores coloridas do bem, do amor. E com estas pétalas e folhas acaricie a si próprio e o mundo! Namastê!

M. Kikuti

Anúncios

6 comentários sobre “Cultive o encanto – Coluna n 86

  1. Sei que é quase impossível agradar a gregos e troianos mas agradou esta persona que aqui escreve. Gostaria de ver mais textos assim e que alcançasse a essência de mais pessoas independente de suas crenças.
    Parabéns pelo texto!! E muito obrigado!!

  2. Olá Mônica!!

    Adorei o texto…acompanho suas colunas quando encontro o jornal ou quando consigo entrar na internet. Um dia quem sabe veremos seus textos em um livro? No mais obrigado por nos encantar…abraços

    Auriel Filho

      1. Olá Mônica!

        Quando conseguir publicar será um prazer ir no lançamento. São ótimos textos, por isso pense nesse projeto ok…Saudações

        Auriel Filho

  3. Muitas vezes não enxergamos o q fazemos… É como dar uma virada no corpo e no braço sem olhar direito pra onde estamos indo e plafti.. Lá se foi um vaso no chão ou um copo ou qualquer coisa assim… É como a vida.. Que na correria do dia a dia acabamos machucando nossos amigos e amores sem perceber.. E acabamos recebendo “agulhadas” dos nossos amigos e amores sem saber o porque disso… Mais tarde percebemos e nos desculpamos por essa falta de atenção… Então já te considero uma amiga sincera.. E espero mesmo que continue a escrever.. Abraço e bjs..
    Augusto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s