Nos meus sonhos

Ouvi tua voz nos meus sonhos. Senti tua presença, como se nunca tivesse partido. A distância entre nós era de um palmo. O mar era tão calmo… Mas meu sentimento era como onda, formada no desaviso. Era como serpente, de sobreaviso. Teu olhar me dizia. Tua voz me pedia. E teu corpo se partia. Em … Mais Nos meus sonhos

Partindo, sem pedaços – Coluna nº A ÚLTIMA

Há algumas semanas, escrevi sobre minha coluna de número 100 aqui neste jornal. Fiquei muito contente pela marca, mas também, algo dentro de mim soava uma despedida. Este sentimento amadureceu bastante. E hoje estou aqui para me despedir de você, que me lê sempre ou acabou de ler. Não, não vou morrer! Pelo menos não … Mais Partindo, sem pedaços – Coluna nº A ÚLTIMA

Paredes

Senti o dia clarear. Pintei as paredes da casa. Pintei as do estômago também. Com pincel, desenhei. Com tinta, colori. Com rolo, desenrolei. E tudo passou. O que era para ser. E o que não era também. Senti o dia clarear dentro de mim. E a noite anoitecer. Sem trevas. Ou sombras. Apenas com uma … Mais Paredes

Intitulável

Há algo nos teus olhos, que não sei dizer. Há luz. Há infinitude. Há todas as coisas que se completam. Deixa as coisas como estão, mas revira-me o mundo! Eu me perdi… Diga palavras por dizer. Diga sim, melhor que talvez. O café não é mais o mesmo. Nada é amargo depois que você chegou. … Mais Intitulável