Nos meus sonhos

tiger sleeping

Ouvi tua voz nos meus sonhos.

Senti tua presença, como se nunca tivesse partido.

A distância entre nós era de um palmo.

O mar era tão calmo…

Mas meu sentimento era como onda, formada no desaviso.

Era como serpente, de sobreaviso.

Teu olhar me dizia.

Tua voz me pedia.

E teu corpo se partia.

Em pedaços todos meus.

Vi você nos meus sonhos.

Sem distância, sem tormenta.

Sem perder-se em labirinto.

Segurando dose de absinto.

A me oferecer, sem recusas.

Não me acorde, não me assustes.

Não te escondas, não fujas.

Permaneça, não me deixes.

Ilumina meu olhar.

Até o dia raiar.

M. KIKUTI

Anúncios

4 comentários sobre “Nos meus sonhos

  1. E como vc disse em “Paredes” : Você continuará colorindo e se encantando com as descobertas do teu Eu e retocando os caminhos do que sempre foi.

    Te desejo um excelente ano novo de novos desafios e conquistas, muito sucesso e amor, porque nunca é demais. Mas, fica assim, não nos abandone, ok?

    Um grande beijo de um cara que só tem a aprender com suas poesias e textos.

    Valeu Japinha! Viva 2015.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s