Não dá para perder

10_240616_FOTO

Cada momento da nossa vida, bom ou ruim, nos traz uma reflexão com o poder de transformar emoções e ações dali em diante.

Meu pai morreu no dia 11. A morte é encarada como perda. Então, perdi meu pai? Pela primeira vez pensei neste conceito de “perder” alguém. E passei a reavaliar: nunca se perde ninguém.

Não dá para perder o que vivemos juntos. Isto é eterno! Está aqui, na memória, para sempre. Está dentro da gente em forma de emoção, que umedece os olhos vez por outra, mesmo que a morte nos separe no âmbito das dimensões e nos furte a convivência.

Não dá para perder e, tampouco, esquecer o tempero da comida, o som da gargalhada, a voz, o vocabulário, o cheiro da roupa, o desenho da letra. Não dá para perder as broncas, os elogios, as manias. Tudo está ali, condensado, e rememorado em cada canto das nossas histórias, mesmo na ausência física.

Não dá para perder o pai ou qualquer pessoa que a gente ame, goste ou admire. Não dá para perder, porque estas pessoas são encontradas dentro da gente. E se estão dentro da gente não podem estar perdidas por aí: elas têm paradeiro. Têm direção. Têm lenço e documento. A gente as possui em forma de lembranças boas, emoções que nos fazem atravessar o tempo na velocidade de um triz. Mas com a intensidade de uma vida toda.

Que a gente possa ganhar com as lembranças, sem perder tempo com a melancolia. Que a gente possa limitar a dor, tranquilizar a saudade e ganhar mais sorrisos na alma. E no rosto também. Porque só vale à pena mesmo perder o que não tem valor.

(ESTE TEXTO INTEGRA A COLUNA EMPÍRICA&CRÔNICA PUBLICADA ÀS SEXTAS-FEIRAS NA FANPAGE GUARULHOS TEM, DA PREFEITURA DE GUARULHOS)

Anúncios

2 comentários sobre “Não dá para perder

  1. Olá japinha linda, olha eu aqui outra vez. Não dá pra te esquecer. Gosto dos pensamentos das tuas palavras. Embora vc mesma disse que não se perde o que está dentro da gente, aceite os meus sentimentos, pois sei muito bem o que é sentir a falta de alguém que se ama, mas na vida a gente vai “perdendo” uma a uma, até que outros também sintam a nossa partida. Um grande beijo no teu coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s