Um viver feliz

33_161216_foto

Acho que a retrospectiva de 2016 demoraria uns três anos se fosse para colocar tudo o que aconteceu. Houve muita coisa ruim, é verdade, mas também houve coisas boas. Lógico que a experiência pessoal é única para cada um e aí é preciso ver o lado bom, reconhecer o que se aprendeu com o desenrolar dos fatos. Bons e ruins.

Como diz o ditado, “não há mal que sempre dure, nem bem que nunca acabe”. É importante refletir que tudo se transforma e nós estamos em constante mudança. E mais mudanças estão por vir em 2017. Mudanças na nossa vida, emprego, relacionamentos, e mudanças dentro de nós, nos nossos sentimentos e no modo como encaramos tudo o que acontece.

Nesta nova jornada, que sejamos mais alegres e menos mal humorados. Que possamos ser mais solidários e menos egoístas. Que enxerguemos, em primeiro lugar, o que o outro tem de bom, ao invés de propagar seu lado ruim. Que possamos perdoar mais e ser menos orgulhosos. Que enxerguemos o todo da toalha branca, ao invés de nos atentarmos somente à mancha que ela tem.

Há muita coisa boa dentro de nós e no mundo afora. Que possamos propagar boas notícias e lindas histórias, ao invés de apenas divulgar tragédias e coisas ruins. E que estas boas notícias sejam soberanas na nossa vida e num modo novo de encarar este viver. Tão breve e tão intenso. E que deve ser, acima de tudo, um viver feliz. Namastê!

(ESTE TEXTO INTEGRA A COLUNA EMPÍRICA&CRÔNICA, PUBLICADA ÀS SEXTAS-FEIRAS NA FANPAGE GUARULHOS TEM, DA PREFEITURA DE GUARULHOS)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s