Descoberta

MANTO

Venho me descobrindo.

Tem horas que sinto frio. Noutras, sinto calor.

Venho me descobrindo dos mantos que me colocaram.

E dos pesos que me deram e eu carreguei, sem saber que poderia tê-los recusado.

Tive dores.

Mas, tive alívio.

Venho me descobrindo das culpas que me jogaram, como toalhas molhadas.

Venho me aquecendo com o que ficou de mim, que é tão majestoso, completo e infinito.

Venho me descobrindo tanto, que me amo mais assim.

Descoberta….

Sem nada que era dos outros. Apenas com tudo que existe em mim.

Anúncios

2 comentários sobre “Descoberta

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s