Gigantes e miúdas

sunset

Tenho visto o céu de perto. Não que eu tenha começado a voar, mas me sinto mais próxima das nuvens.

Vejo gigantes e coisas miúdas. Vejo a pequenez e a grandeza de tantas coisas, onde o céu não é o limite.

Há luzes, ruídos, movimentação. Traslados.

Tenho visto também toda sorte de gente. E gente que não desfruta da sorte que tem.

Gente que reclama.

Gente que conclama.

Gente que saúda.

Ah, gente graúda!

Gente que sorri e felicita.

Porque gentileza incita.

A viver de bem.

Tenho entrado em tantas portas, já abertas para mim.

E tenho visto elas se fecharem para uma nova jornada, uma nova esperança.

Tenho suado pra me restabelecer ou por ficar mais perto do sol.

Continuo estando próxima às nuvens.

Pra poder alçar novos voos.

Plataformas.

Sem medo de recomeçar.

Sem medo de não voltar, de onde eu estiver.

 

 

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Gigantes e miúdas

  1. “Tenho visto também toda sorte de gente”. Essa frase me fez pensar que temos visto gente diferente que nos faz sair da zona de conforto. É importante se adaptar, vencer os desafios diários com fé que tudo dará certo. Estamos numa caminhada para a evolução maior… sem medo de ser feliz. ❤️ Obg, Mônica, por me lembrar do que realmente importa!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s