Às 8h da manhã

As ideias parecem fragmentos como peças de Lego. Demoro a concatená-las. Há, no fundo, um cansaço que ousa em me persuadir e imobilizar. Não saio do lugar, mas posso ir onde quer que eu queira. Minha mente é poderosa, inconstante. Há pensamentos, emoções, lembranças. Tudo consumindo e desfocando a atenção, mesmo que seja por um … Mais Às 8h da manhã

Incólume ao tempo

O relógio retoma uma hora, mas eu não volto no tempo. Um ganho que se perde. Uma perda que continua a existir… no tempo passado. No ar, os pensamentos pairam querendo uma pausa para estacionar. Não tem volta. Já foi. Para onde estamos indo? Há tempo de desistir? Há caminho para retornar? Não posso perder … Mais Incólume ao tempo

Sempre para trás

A vida recomeça desde o corpo que desperta. Há música por dentro. Sinfonias traduzidas nos passos que se dão. No compasso. Nas pausas. No descompasso de viver cada momento.  Na tentativa de ficar de pé sobre si mesmo e acima das emoções. Lá fora, o vento leva as insatisfações. Há tempo de voar. Há voos … Mais Sempre para trás