Minha resposta é vácuo

Meus olhos ardem, como pimenta no café da manhã.

Eu não consigo mais respirar direito. E este ar me intoxica, um pouco mais a cada segundo.

Lembro das pessoas que me perguntam o óbvio e acendem aquela luz de “saída” dentro de mim. Como se eu pudesse fugir no meio ao incêndio.

A comida não tem tempero. E destemperados estão muitos à minha volta.

Às vezes eu me junto a eles, por alguns milésimos de segundos. Depois, volto à estaca zero de tudo a que eu tinha me prontificado a ser.

Destempero.

Eu me canso desta vida fútil e fugaz, deste ar intoxicante, das pessoas destemperadas.

Por favor, não me perguntem mais nada.

Pois minha resposta é vácuo.

É respiração difícil.

É espirro que esbofeteia o ar. Este que intoxica.

Eu mudo de endereço.

E desapareço.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s