Fico em casa

Sento diante do meu companheiro. A gente está tão desgastado!! Tem hora que eu não quero vê-lo mais na minha frente. Cansa, sabe; é sempre a mesma coisa…. Meu corpo dói. Mas, eu preciso dele agora: nossa relação virou uma necessidade, uma dependência. Mas, é mais pra mim, lógico.

O que eu faria sem o computador e internet nesta época de Quarentena? Na certa ia dar uma pirada!! Diante desta tela, tenho algumas expectativas. E a realidade tá comendo solta lá fora. Tá comendo a gente por dentro.

Fico em casa. Ponho meus desejos pra dormir, inclusive aquele de ir lá na padoca, tomar meu café no balcão.

Fico em casa. Deixo na incubadora as viagens que eu gostaria de fazer, os lugares que eu ainda não conheço, os amores que ainda não encontrei.

Fico em casa. Me despedaço e me embriago comigo mesma. Eu rio de mim.

O meu divã está quentinho, como o café que eu passei. E assim vou passando… café…. café… café…


2 comentários sobre “Fico em casa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s