Mudei…

Mudei os planos. Após tantos anos. Mudei de cor. Mudei o humor. Mudei o tom. Mudei… Mudei… Mudei de hemisfério. Me tiraram do sério. Mudei.  Voltei. Mudei o cabelo. Mudei. Cortei. Mudei. E emudeci. Por enquanto. E tanto. Que quase morri.  

Abrindo-se

O dia se abriu. O céu trouxe o que quis ver há tanto tempo. Não havia mais lembranças como outrora. Não havia, porque não se queria. O dia se abriu. O céu trouxe aquele azul tão desejado para enfeitar o destino, saindo da clausura de estar preso em si. A brisa era mais do que … Mais Abrindo-se

Pelo retrovisor

Há buscas incontidas. Esquecidas. Mas o acaso ou a coincidência se incumbem de reavivar. O motivo não se sabe. Quem saberia? Por onde andarias? Pelo lado de fora há apenas expectativas.  9h30. Era cedo. Um dia qualquer. Um qualquer dia. Escolhido. Vejo-te pelo retrovisor. Por onde andarias? O cabelo reluz.  Que luz é esta? Mais … Mais Pelo retrovisor

Tempestades

A chuva me atingiu de repente. Choveu. Molhou tudo. Gente corria. E gente se molhava. Gente pulava. Gente estancava. Nunca me senti em plena solidão, com a roupa ensopada. Nunca me senti com frio, diante de tanto calor. Ninguém viu. Mas a chuva chegou. Virou uma tempestade dentro de mim, sem compaixão. Molhando tudo. Ensopando … Mais Tempestades

Ultrapassa

Sonhos. Às vezes a gente tem alguns. Expectativas. Às vezes a gente tem um monte. Tudo passa.  Assim como o tempo. Tudo passa. Assim enquanto dói. Mas, passa. Ultrapassa.

Reversos

Era cedo, mas tudo que havia em mim parecia entardecido, como se o sol já fosse se por. Sem que eu quisesse. As coisas não eram mais as mesmas. Havia uma névoa sob os pensamentos. Se desejasse com afinco, encontraria teias, emaranhados, dentro de mim, tão facilmente, que poderia redescobrir tantas coisas guardadas. Algo esquecido. … Mais Reversos